Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Rosa Affair

Rosa Affair

Coisas que encontro em Leiria #4 - Continente

Roam-se de inveja se ainda não foram ao continente de Leiria! E sabem porquê? Porque novidades, novidades, só no continente! E desta vez chama-se Fila Única. E perguntam vocês, o que é isso? E eu respondo: como o próprio nome indica, é uma única fila de pessoas para pagar as suas compras!

Se conhecem a Primark, o sistema é o mesmo e já existe nos continentes de outras cidades! Então e como isso funciona? O pessoal no final das compras enfia-se numa fila, como se tivessem a dançar o "Apita o Comboio", todos encarreirados, e esperam pacientemente até chegar ao inicio da fila. Quando for o primeiro da fila, há um monitor que indica para que caixa disponível se deve dirigir.

Posto isto, a mim não me faz muita confusão. Até foi rápido. Resta é saber se nos dias de muito movimento a coisa funciona. Pelo que andei aqui a pesquisar na net já existem montanhas de reclamações relacionadas com este sistema. Mas já sabem como são os Tugas, primeiro que se adaptem a coisas novas, levam uma eternidade.



Aqui no continente de Leiria, existem 13 caixas para a fila única, mas continuam a existir caixas normais (em menor número), caixas prioritárias, caixa exclusiva, caixas self-service e caixas para clientes até 10 artigos. Portanto, quem não gosta do sistema, tem sempre solução.



 
Comentários que encontrei por aqui e por ali em relação à fila única:
- Então mas agora onde me dirijo?
- Esta fila tem mais de 40 pessoas!
- O Continente está a transformar-se num supermercado de bairro!
- Por esse motivo deixei de ser cliente do continente!
- Palhaçada total e uma falta de respeito para com os clientes!

O Porquinho Mealheiro

Há algum tempo que ando à procura de um porquinho mealheiro para ter aqui em casa. Mas não tenho encontrado nada ao meu gosto. 

Mesmo assim, lembrei-me de pesquisar o porquê do mealheiro ser um porco. Existem várias versões, mas a que eu achei mais coerente foi a seguinte:

A origem do porquinho mealheiro vem de há muito tempo atrás, quando as pessoas guardavam o seu próprio dinheiro em casa. Durante a idade média, em Inglaterra, as pessoas usavam potes e pratos feitos de um material cor-de-laranja barato chamado "pygg". Sempre que conseguiam poupar algumas moedas, guardavam-nas dentro de um vaso de barro chamado "pygg pot".

Os sons das vogais em inglês tinham pronuncia diferente dos dias de hoje. Durante a época dos Saxões a palavra "pygg" era pronunciada como "pug". Mas como a pronuncia do "y" mudou de "u" para "i", "pygg" começou a ser pronunciada como "pig". 

Talvez por coincidência, a palavra antiga para "pigs" (porco) era "picga", mas na idade média evoluiu para "pigge", talvez pelo facto de os animais andarem pela lama (pygg mud) e sujidade.

Nos anos seguintes, com a evolução do inglês a palavra pygg (em argila) e pigge (animal), acabaram por pronunciar-se da mesma maneira e os Europeus lentamente se foram esquecendo do pygg que antes se referenciava a potes e jarros de barro. Assim no século XIX, as cerâmicas começaram a receber pedidos de "pygg banks" e eles começaram a produzir mealheiros em forma de porcos.

Fonte aqui

Siga-nos no Bloglovin

Rosa Affair

Mais sobre mim

foto do autor