Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Rosa Affair

Rosa Affair

Viram-nos do avesso

"Para os pais, quando está arrumado está bonito. Para as crianças, quando está arrumado está morto."

in 100 Maneiras de Fazê-los Obedecer

 

Eu quero tudo arrumado. Começa-me a dar comichões quando estou na sala a pisar legos e lápis de cera e blocos e cubos! Ela quer tudo desarrumado e só está bem quando tem tudo à mão. Parece que tem uma capa nos pés e pisar é uma das suas brincadeiras preferidas. Se o brinquedo estiver partido, está bom, se estiver inteiro não serve para nada… Se tiver os brinquedos todos arrumados não faz o mínimo esforço para ir buscá-los. Senta-se no sofá, quer ver desenhos animados e não sai dali, nem de volta das minhas pernas, a não ser que eu lhe espalhe os brinquedos todos pela sala, por forma a ressuscitá-los. Raramente por iniciativa dela vai brincar com os brinquedos que estão no quarto dela. Prefere molas da roupa, rolos de papel de cozinha, caixas vazias, o caixote do lixo, molduras, revistas, a publicidade da caixa do correio, a caixa dos ganchos do cabelo, ligar e desligar o termómetro, despejar malas e carteiras, mandar o telefone fixo para o chão, andar de comando na mão e mexer na comida do gato…

Good-moms-have-sticky-floors1.jpg

Imagem daqui

 

Ufa

IMG_20160228_194911_7845.png

 

Estava a dormir profundamente. Oiço-a a choramingar, como quem acordou e chama pela mãe. Levanto-me e percorro todas as divisões da casa para a ir buscar. Estava tudo escuro, não consigo chegar à voz dela. A voz está sempre por de trás de uma parede que não consigo alcançar. Mas o que é que se passa? Começo a desesperar e a tento voltar para trás para pedir ajuda. Não consigo pedir ajuda, mas nunca paro. Acordo. Ufa... A miúda estava mesmo a chorar, mas a dois passos de mim no seu quartinho.

Mãe sofre mesmo a dormir... 

 

Bebés, esses pequenos pintores

Tenho em casa uma pequena pintora. Tem 523 brinquedos, mas a maior parte do tempo está nos livros e nas pinturas. Tudo começou quando comprei uns lápis de cera que se diziam laváveis. Aí descobri a pintora que tinha em casa. Ela gostou tanto dos lápis que os levava para todo o lado. Mas um dia, descobriu que os lápis de cera eram bons para pintar, mas eram melhores ainda quando os partia e os punha na boca. Tive que tomar uma atitude radical! Agarrei neles já aos bocados e mandei-os todos diretamente para o caixote do lixo…

 

A miúda não viu, mas ficou aborrecida. Andava sempre de papel na mão a pedir lápis para pintar. Decidi então ir buscar um lápis de cor que tinha numa gaveta e dei-los. Ficou contente quando lhos dei. Mas logo deixou de brincar com eles. Ainda é difícil para ela carregar no lápis e se não carregarmos um pouquinho nos lápis de cor, o risco quase nem se nota…

 

Isto passou-se, mas mãe galinha como sou, fiquei um pouco aborrecida por lhe ter tirado os lápis de cera que ela tanto gostava. Um dia fui às compras e decidi ir comprar outros, pelo menos para ela brincar ao pé de mim. Qual é o meu espanto quando encontro uns lápis de cera com capas protetoras. Como é que eu não me lembrei antes que isto poderia existir? – Isto resolve todos os meus problemas… 1º Não os consegue partir, 2º É mais difícil andar com cera na boca, 3º à medida que o lápis se gasta, tem um mecanismo de empurrar o lápis para baixo como se ele tivesse sempre afiado e 4º a miúda consegue mesmo rabiscar e não precisa de fazer força no lápis…

 

E voilà… São estes. Estes não se dizem laváveis, mas acredito que também há e melhores.

 

lapis de cera com protetores e.jpg

Pág. 1/5

Siga-nos no Bloglovin

Rosa Affair

Mais sobre mim

foto do autor