Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Rosa Affair

Rosa Affair

Os nossos pensamentos estão online

Estamos numa era em que nem os nossos pensamentos estão a salvo. Nós transmitimo-los diretamente para o mundo. Não somos capazes de viver sem o mundo digital e isso além de nos transmitir muita informação, também nos coloca numa situação muito vulnerável.

 

Quantos de nós, quando temos uma coisa em mente, mesmo que seja só nossa, a primeira coisa que faz é digitá-la num motor de busca à espera que ele nos dê todas as respostas ou pelo menos nos encaminhe para uma possível solução? Todos. Todos o fazemos…

O nosso espanto quando por acaso pesquisamos por férias e de repente é só ofertas de férias em cada janelinha de cada página que nós visitamos. E até dá jeito. Olha que promoção tão jeitosa! O mesmo quando pesquisamos por roupa, por um presente, por carros, por receitas, por relógios, por telemóveis, por tudo. Aquele vestido que cliquei ainda há cinco minutos no site da Spartoo, agora persegue-me por todo o lado! Como é que é possível?

O que acontece é que cada palavrinha está a ser registada e será processada para ser utilizada em publicidade direcionada.

 

Se consultarem a página do Adsense, que é um serviço que gere a publicidade do Google, eles têm uma parte que diz:

 

"Podemos exibir anúncios para você com base em muitos fatores, incluindo:

Tipos de websites que você acede e aplicativos para dispositivos móveis que possui no seu dispositivo;

O cookie da DoubleClick no seu navegador e suas configurações de anúncios;

Websites e aplicativos que você acedeu e que pertencem a empresas que anunciam no Google;

Sua atividade em outro dispositivo, caso você tenha feito login na Conta do Google anteriormente usando outro dispositivo;

Interações anteriores com os anúncios ou os serviços de publicidade do Google;

Seu perfil do Google, incluindo atividades no YouTube e no Google+;

 

Nós não fazemos o seguinte:

Associar seu nome ou informações de identificação pessoal ao cookie da DoubleClick sem seu consentimento;

Associar um identificador de cookies ou tecnologias semelhantes a categorias sensíveis, como aquelas que se baseiam em raça, religião, orientação sexual ou saúde;

 

Não se assustem se enviarem um e-mail com um assunto e de repente começam a deparar-se com esse tema em tudo o que são sites que acedem. O Google também tem ferramentas que acedem ao conteúdo dos nossos e-mails e através de algoritmos calcula que anúncios nos deverão ser mostrados.

Conforme há o Google, há outros a fazer isto, e talvez muitas pessoas à caça de dados muito importantes como pins, números de cartões de crédito, logins, passwords, etc etc… Nem nos vossos pensamentos deverão enviar um e-mail com estes dados a ninguém, nem digitá-los num chat tipo o chat do facebook ou mesmo no skype!

 

Esta era do digital começa a assustar. E é o que neste mundo está a evoluir mais rapidamente. Quando me vejo daqui a 30 anos, penso numa aplicação tipo Google Life a dizer-me "você está aqui", "esta é a sua casa", "esta é a sua familia", "estes são os seus pensamentos", "estas são as suas preocupações", "estas são as suas memórias"...

 

desenhoRA.png

Siga-nos no Bloglovin

Rosa Affair

Mais sobre mim

foto do autor