Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Rosa Affair

Rosa Affair

E chantagear miúdos pode-se?

avestruz (1).jpg

Estou muito pouco à vontade sobre o assunto. Mas tenho quase a certeza que é coisa que não se deve fazer. Se os pais fazem chantagem, mais tarde ou mais cedo eles irão aperceber-se e começam a fazer chantagem connosco.

Tudo começou sem eu dar por ela. Raramente ela usa o bacio por iniciativa própria, tenho que ser eu a dizer para ela ir fazer chichi. Nunca se lembra ou faz que não lembra.

 

Começou-me a pedir para brincar com o tablet e um dia a minha desculpa foi, os meninos só podem jogar tablet se fizerem chichi e cocó no bacio. Bastou dizer isto uma vez. Ela rendeu-se sem dizer piu e cinco minutos depois foi buscar o bacio, sentou-se e zás chichi… Que remédio tive eu se não lhe dar o tablet para as mãos.

 

Agora andamos nisto todos os dias, faz chichi, levanta-se e começa a saltar pulos de alegria que vai jogar tablet.

Como é que se diz, dei-lhe a mão e ela está prestes a arrancar-me o braço!! Fico com esta cara de avestruz quando isto acontece...

Imagem daqui

 

Alguém consegue enfiar Rosilan no bucho dos putos?

A minha pequena teve uma bronquiolite há um ano atrás e a partir daí, sempre que "sei lá!", sempre que "sim", começa com uma tosse desgraçada que não para de tossir. A única forma de a aliviar é fazer a máscara com ventilan e também fazer banhos de vapor. Mas, no entanto, a pediatra disse-me que quando ela estivesse mesmo muito atacada para lhe dar Rosilan.

 

Aqui a questão é: quem é que consegue dar Rosilan a uma criança? Já tentei de tudo e não há forma de ela tomar aquilo. Já não me basta ela ser picuinhas no que come, quem nem sumo de laranja gosta, imaginem eu juntar Rosilan à comida/bebida que ela gosta. Recusa-se prontamente a comer/beber seja o que for, nem que seja a sua comida preferida.

 

Nem com Aero-om, nem com laranja, nem com nada. Raio de medicamento.  

Às vezes as coisas são tão simples

Já vos tinha contado que andava a tentar tirar a fralda à B. Mas, tive que mudar de estratégia. Um dia decidi ir com ela às compras, ir à secção dos bacios e pedir-lhe para ela escolher um. E assim o fez. Escolheu um bacio de 2,5€, trouxe-o com ela no carro e pousou-o onde quis em casa. A melhor decisão que poderia ter tomado. A partir dali ela começou a interessar-se pelo bacio que ela própria escolheu e a perceber o que é o xixi e o cocó. Já pede para fazer. Apesar de ainda não ter largado a fralda, em casa já a consigo colocá-la de cuequinhas.

Então o bacio xpto? – perguntam vocês? Esse está a enfeitar a casa de banho. Muito raramente a consigo enganar para ela ir a esse bacio.  

Às vezes as coisas são tão simples.

DSC_0961.JPG

O quadro de conquistas que vem com a Pipa no livro Até as princesas fazem cocó. Ela delira com os autocolantes e sempre que é vencedora no bacio tem direito a colar um.

Querido, mudei-a de cama…

Decidi mudar a minha filha de cama. Para uma cama sem grades. Achei que estava na hora e que a miúda estava crescida o suficiente para dar esse passo. Que ideia a minha!

 

let her sleep.jpg

Primeiro, a miúda ainda cabia na caminha de grades. Segundo, a miúda nunca decidiu pular as grades. Terceiro, nunca pediu para dormir numa cama normal. Quarto, dormia a noite toda. Quinto, acordava sempre depois de mim.

 

Melhor que isto? Não há… E perguntam vocês, então porque decidiste mudá-la?

 

Porque sou mãe. E mãe que é mãe tem que aprender que quando se está bem, não se muda (salvo raras exceções ou a não ser que eles peçam). É como quando vamos dar um passeio e o puto está sossegado no carrinho e só porque sim a mãe decide deixá-lo sair. E em vez de disfrutar do passeio acaba por passar o tempo todo a correr atrás dele.

 

Mas, a mãe também tem qualidades e ainda por cima é de ideias fixas. E se tomou esta decisão agora já não há volta a dar. A miúda adaptou-se bem à cama, mas só na parte em que adormece bem. De resto as minhas noites estão assim vá, miseráveis.

 

De há dois meses para cá que acordo pelo menos duas vezes por noite. Uma com ela a chamar por mim, outra com ela já na minha cama a pedir para ir para a sala. A primeira vez acorda e pede leite a segunda levanta-se sozinha e já não quer dormir mais e ainda falta uma hora para o despertador tocar. Depois destapa-se e mexe-se tanto que é capaz de acordar de cabeça para baixo.

 

Voltei aos tempos de recém-nascida. Ando em estado zombie, mas a miúda não há de ser mais teimosa que eu!

Imagem Pinterest

Siga-nos no Bloglovin

Rosa Affair

Mais sobre mim

foto do autor