Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Rosa Affair

Rosa Affair

Ando um bocado desconfiada com a moda

Não percebo grande coisa de moda. Compro uns trapitos aqui e ali e ponto. Mas uma coisa era certa para mim. Nisto da moda do sexo feminino, não existe uma pecinha que se encaixe na teoria do bbb (bom, bonito e barato). Ou bem que é barato ou bem que é bom. O bonito fica ali no meio dos dois.

 

Clothes-main_3238354a.jpg

O que me anda a colocar um bocado desconfiada é que aquilo a que eu chamava de bom, bonito e razoavelmente em conta (podemos atribuir-lhe a sigla do bbrc), de há uns dois anos para cá está a desaparecer. Ou eu tenho azar nas peças de roupa que compro, ou a qualidade da roupa que eu achava que estava ali num nível intermédio, caiu para zero.

 

Antigamente essas peças davam para usar pelo menos uma estação, talvez um pouco da outra. Depois, com as lavagens começavam a ficar russas e eu começava a coloca-las de lado. Agora, compro uma peça, uso-a e lavo-a duas vezes e zás: alarga, encolhe, ganha borboto, fios pendurados, fica russa, fica engelhada, fica desengonçada, fica um TRAPO. Parece que já usamos aquilo há anos. Tenho pelo menos três camisolas que comprei recentemente que rodam por volta dos 22€ - 30€, que em duas lavagens a 30 graus, passaram do M para o XXL.

 

Se calhar a minha visão do razoavelmente em conta não está correta. Com este valor devia talvez de chamar-lhe barato… Ou então, é mesmo a evolução da moda. Se têm que existir peças baratas, o razoavelmente em conta tem que compensar o barato e, portanto, perde qualidade. Mas como marketing e moda não são comigo, posso estar aqui a dizer uma grande asneira. É então só mais uma visão de uma leiga nestas áreas.

 

Imagem daqui

 

Siga-nos no Bloglovin

Rosa Affair

Mais sobre mim

foto do autor