Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Rosa Affair

Rosa Affair

Eu e o iodo e a miúda

Muito se fala sobre o iodo e da sua importância numa grávida, nas mamãs que amamentam e nas crianças.

Na realidade nunca pesquisei muito sobre o assunto, mas lembro-me quando andava grávida a minha obstetra me ter recomendado um suplemento de iodo. Como eu já referi várias vezes aqui no blog eu andei nove meses enjoada (blerk, cada vez que me lembro...) e para ajudar, os últimos cinco meses foram preenchidos com uma azia desconcertante. Dado isto eu não suportava tomar o suplemento de iodo. Vinha tudo para fora. O ácido fólico e o ferro foi outro martírio. Tive que deixar de tomar o comprimido e comecei a beber umas ampolas, mas logo após beber a ampola tinha que comer uma laranja para não ficar com aquele sabor na boca... Mesmo assim umas vezes tomava outras não, umas vezes deitava fora outras não. Foi chato…

Entretanto falei com a obstetra e disse-lhe que não suportava os comprimidos de iodo e ela recomendou-me então uma alimentação rica em iodo, nomeadamente passar a usar sal iodado. Assim fiz. Comprei um pacote de sal grosso iodado (até comprei de uma marca mais cara) e comecei a fazer o comer com aquele sal. A partir daquele dia tudo o que comia não me sabia bem. Tudo o que era temperado apenas com sal, eu não suportava. Cada vez que me lembro do cheiro de arroz com aquele sal, blerk… Mas será que não existem outras grávidas que passaram por isto? Era horrível...

Será que é por isso que a minha pequena é tão seletiva? Raio da miúda, pôs-me nove meses maldisposta e saiu assim…

Siga-nos no Bloglovin

Rosa Affair

Mais sobre mim

foto do autor