Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Rosa Affair

Rosa Affair

Pelos olhos de uma voluntária

Este fim-de-semana decorre mais uma recolha de alimentos pelo Banco Alimentar Contra a Fome. Muitos não sabem que o voluntariado nestes dias é muito mais do que aquilo que vêm nos supermercados. A recolha de alimentos nos supermercados é uma das peças fundamentais neste dia. Mas, após esta recolha, há uma grande equipa de voluntários que carregam os alimentos nas suas carrinhas e os trazem para os armazéns do Banco Alimentar.

Depois é aqui que eu entro. Eu fiz-me voluntária no armazém. Em poucos minutos percebi o que tinha de fazer. O que não sabia, vi-a e aprendia. Os veteranos vão dando dicas. Assim que chega uma carrinha, os alimentos são pesados e despejados em cima de mesas. Em cinco minutos os voluntários agarram em todos os alimentos, retiram-nos dos sacos, separam-nos por peso, tipo e data de validade, embalam-nos consoante as instruções de cada alimento, colocam-nos em paletes, retiram o lixo para a reciclagem e começam tudo de novo, vezes e vezes sem conta. Quando cheguei, o armazém estava vazio. Quando saí, percebi que são precisos dez vezes mais alimentos dos que já tinham sido armazenados para encher o armazém.

Muitos voluntários são adolescentes e crianças. Todos têm o seu papel, todos são bem recebidos e todos temos o mesmo propósito: ajudar. Este é um dos valores que pretendo passar para a minha filha. Assim que ela tiver idade, lá estaremos, as duas, para dar o nosso contributo. Enquanto isso não acontece, serei eu a fazer o papel de voluntária.

Hoje parece que me passou um camião por cima. Tudo por uma boa causa.1046.jpg

Banco Alimentar

 

3 comentários

Comentar post

Siga-nos no Bloglovin

Rosa Affair

Mais sobre mim

foto do autor