Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Rosa Affair

Rosa Affair

Ela já sabe para onde vai

Os bebés não são totós. Bebé de 5 meses, uma paz de alma (agora, porque já foi uma peste!), já na creche (que a mãe já está a trabalhar!), ao ser entregue aos cuidados das auxiliares ou educadoras, fica a chorar, coisa que não acontecia a semana passada. E sabem que mais, a mãe já lhe consegue distinguir os choros e aquele é claramente de quem não quer ficar ali e prefere os miminhos da mamã. A minha bebé está a crescer. É um sentimento agridoce.

logoagridoce.png1.jpgImagem daqui

 

Anotar para não esquecer

Não me lembro quais foram as primeiras conquistas da minha filha mais velha. Podia-as ter anotado aqui, mas não o fiz. Um dia destes pus-me a pensar o que a minha bebé com cinco meses já conquistou. Normalmente é tudo tão natural, que se não pensarmos um bocadinho, nem nos vamos aperceber que já acontecem. São varias as suas conquistas: Controla as mãos e braços: muitas vezes a observei com os braços abertos, devagarinho a fecharem até conseguir chegar com as mãos à boca; Mãos na boca: sempre toda babada; Ri-se quando alguém se ri para ela: de boca bem aberta; Coloca-se de barriga para baixo: mas não consegue fazer o inverso e fica muito irritada;  Tira e põe a chucha na boca: mas só se não a deixar cair, ainda não consegue agarra-la do chão; Agarra os pés: adora, as meias não aguentam cinco minutos e adormece sozinha: aleluia, aleluia!

 

Bom fim-de-semana.

 

50047-Have-A-Nice-Weekend.jpg

Imagem daqui

 

E ela é tal e qual a irmã

Originalmente criei este blog para desabafar. Foram horas e horas de uma bebé a chorar e quando eu desabafava com alguém todos davam a entender que eu estava a exagerar. A frase mais ouvida era "pois são todos iguais, todos choram". E eu rendi-me a ela. Sim é verdade, todos choram, a minha também. Mas a minha filha chorava e muito.

 

Nunca a minha filha mais velha, enquanto bebé, estava satisfeita acordada. A rotina era ver se tinha fome, cólicas, fralda suja, frio, calor, sono ou febre e mesmo estando tudo bem, ela chorava.

Com o tempo fui deixando de falar destas coisas, já sabia como ela era e não estava para tentar explicar uma coisa que a maior parte das pessoas não entendia. Sair com ela era tudo menos fácil. E sempre que saia o que mais ouvia era, "mas o que é que ela tem?", ao qual a maior parte das vezes eu respondia - não tem nada!

Com o tempo tudo passou, agora está uma criança crescida e feliz.

 

Depois veio a segunda. E todos me diziam: "a segunda é sempre mais calminha". Nunca esperei o melhor.

E tinha razão. Como é que uma segunda filha poderia ser tão diferente? Foi feita pelo mesmo pai e mesma mãe? Tal como eu suspeitava é tal e qual a irmã.

 

Já me perguntaram se agora com três meses já está mais calminha e eu digo sempre SIM, está. #sóquenão, não está. Chora inconsolavelmente e não tem nada! Dormir no ovo? Dormir no automóvel? Não é com ela. Dormir ao colo? Sim, mas tenho de lutar com ela, pois ela luta contra o sono. Tenho que a apertar e colocar-lhe a chucha de forma a que ela não se mexa. Cheguei ao ponto que estou a começar a perder a força e só o pai consegue acalmá-la. A técnica do pano já não consegue adormece-la.

 

Não fiquem muito entusiasmados em tentar dar-lhe colo, fazer caretas, ou tentar acalmá-la de outras formas. Ela é tal e qual a irmã.

 

Recomendo o artigo "Socorro, o meu bebé não para de chorar!" da Revista Pais e Filhos.

 

A cegonha chegou...

Decidiu chegar 3 semaninhas mais cedo. De certeza que percebeu todas as reclamações que a mãe fez durante estes últimos meses… Mas veio linda, pequenina e gorduchinha. Um anjinho que vamos aproveitar o mais possível. Estivemos tranquilos e todos os meus pedidos foram realizados. Estamos muito felizesDeliciem-se com estes pezinhos delicados.

18380629_324781571272986_8002346906577534976_n.jpg

Siga-nos no Bloglovin

Rosa Affair

Mais sobre mim

foto do autor