Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Rosa Affair

Rosa Affair

Tão esquisitinha #3

A Maria da Sopa continua esquisita. Há uns tempos ainda tinha dúvidas se era ela a esquisita ou se seria eu a má cozinheira. A conclusão a que chego é que há uma mistura das duas coisas, mas ela vence na esquisitice.

Faça o que faça, a única coisa que come mais ou menos sem questionar é sopa. Tudo o resto, se o cheiro ou o aspeto não agradar, já é meio caminho andado para não comer. 

Durante a quarentena ela tem ajudado a preparar os pequenos almoços e lanches até com bastante entusiasmo, mas assim que chega a hora de comer, nem uma colher completa chega a por à boca: papas de aveia com fruta, iogurte natural com fruta, salada de morangos e panquecas, foram as receitas desta semana.

 

Hoje fizemos salame. Assim que a chamei para o provar disse-me: Mãe, adoro salame. É o meu preferido nas festas de aniversário. <- apenas entusiasmo de quem não vai a festas de aniversário há muito tempo. Lá também prova e não come -> Provou um grão e diz; mãe este não presta! o das festas é melhor!

Acho que precisa mas é de passar fome!

 

Mas enfim, haja sopa que nunca irá ter fome. Pelo menos come saudável.

 

Ainda me lembro do dia, ela com dois anos em que fez uma birra porque o arroz estava amarelo.

 

IMG_20200517_1835305122.jpg

 

A primeira vez

A primeira vez foi ontem. A mais velha teve uma festinha na escola e pela primeira vez, foi para o palco cantar. Juro que fiquei emocionada. Sou uma mãe muito orgulhosa dos meus filhos e mesmo sabendo que ela pouco fez da coreografia, fiquei emocionada. Quem diria? Eu não diria que me ia emocionar com uma coisa destas. Mas aconteceu. #proudmamaproudmama_.jpg

 

Mistura de imagens do Google.

Se se sentirem enganados ou eu estiver a a praticar uma contra-ordenação muito grave por estar a usar estas imagens, sintam-se à vontade de me comunicar.

Não quer, não insisto

c178bf325320e05f7407612b8afff2fa.jpg

A B. anda na piscina desde os dois anos. O inicio não foi maravilhoso, mas como ia com o pai ou com a mãe, a coisa foi-se desenrolando e ela até começou a gostar. Este ano, a piscina iniciou-se em Setembro, mês de grandes mudanças na vida da pequena. Para além de ter mudado de escola, educadora e coleguinhas, também na piscina teve de começar a ir sozinha, sem o pai ou a mãe. E todos os dias de manhã ela me perguntava "que dia é hoje?". Quando respondia que era sábado, então começava a choradeira. "Não quero ir à piscina" – dizia. E isto repetiu-se durante todo o mês. E eu insisti e foi. E todos os dias saía de lá com a sensação que aquilo não lhe estava a fazer bem. Sempre a chorar, muito nervosa e a tremer. Detesto vê-la assim, nota-se perfeitamente que está infeliz.

 

Decidi então que se não quer ir, não vai e não insisto mais. É claro que se eu a deixasse chorar por mais dois meses, podia ser que a coisa se resolvesse. Mas comigo não é assim. Ou quer, ou não quer. Não tenho necessidade que ela aprenda a nadar com urgência. Não tenho piscina e não vivo ao pé da praia. Além disso não era só a piscina. Durante a semana era (e ainda continua a ser) um problema para ir para a escolinha nova. Sendo que apenas ao domingo não chorava.

 

Visto que não é possível na minha cidade ir com ela para dentro da piscina após os três anos, vamos então pausar um pouco as idas à piscina e um dia, no dia em que a escola já não seja problema e no dia em que ela tomar a iniciativa, faremos então uma nova tentativa.

 

Imagem daqui

Alguém consegue enfiar Rosilan no bucho dos putos?

A minha pequena teve uma bronquiolite há um ano atrás e a partir daí, sempre que "sei lá!", sempre que "sim", começa com uma tosse desgraçada que não para de tossir. A única forma de a aliviar é fazer a máscara com ventilan e também fazer banhos de vapor. Mas, no entanto, a pediatra disse-me que quando ela estivesse mesmo muito atacada para lhe dar Rosilan.

 

Aqui a questão é: quem é que consegue dar Rosilan a uma criança? Já tentei de tudo e não há forma de ela tomar aquilo. Já não me basta ela ser picuinhas no que come, quem nem sumo de laranja gosta, imaginem eu juntar Rosilan à comida/bebida que ela gosta. Recusa-se prontamente a comer/beber seja o que for, nem que seja a sua comida preferida.

 

Nem com Aero-om, nem com laranja, nem com nada. Raio de medicamento.